terça-feira, 13 de abril de 2010

Encontro Internacional 2009 - Brasil


No passado mês de Julho e Agosto realizou-se o Encontro Internacional 2009 no Brasil, onde marcaram presença vários mestres e alunos vindos dos vários núcleos do CECA espalhados pelo mundo. Inflismente os alunos de Portugal não poderam ir mas estiveram bem representados com o 'Aluno Responsável' Russo, que regressou como Treinel!=)
Parabéns Russo, continua o bom trabalho.

Axé!

Capoeira Angola em Aveiro

segunda-feira, 5 de abril de 2010

121º Aniversário Mestre Pastinha


O grupo CECA Aveiro-PT quer aqui desejar os parabéns ao grande Mestre, o nosso Mestre Pastinha, que já não se encontra entre nós e que faria hoje 121 anos!
Parabéns Mestre e obrigado! Axé

domingo, 4 de abril de 2010

Mestre Pastinha


Mais conhecido por Mestre Pastinha, nascido em 1889, dizia não ter aprendido a Capoeira em escola, mas “com a sorte”. Afinal, foi o destino o responsável pela iniciação do pequeno Pastinha no jogo, ainda garoto. Em depoimento prestado no ano de 1967, no ‘Museu da Imagem e do Som’, Mestre Pastinha relatou a história da sua vida: “Quando eu tinha uns dez anos – eu era franzininho – um outro menino mais taludo do que eu tornou-se meu rival. Era só eu sair para a rua – ir na venda fazer compra, por exemplo – e a gente se pegava em briga. Só sei que acabava apanhando dele, sempre. Então eu ia chorar escondido de vergonha e de tristeza.” A vida iria dar ao moleque Pastinha a oportunidade de um aprendizado que marcaria todos os anos da sua longa existência.

“Um dia, da janela de sua casa, um velho africano assistiu a uma briga da gente. Vem cá, meu filho, ele me disse, vendo que eu chorava de raiva depois de apanhar. Você não pode com ele, sabe, porque ele é maior e tem mais idade. O tempo que você perde empinando raia vem aqui no meu cazuá que vou lhe ensinar coisa de muita valia. Foi isso que o velho me disse e eu fui”. Começou então a formação do mestre que dedicaria sua vida à transferência do legado da Cultura Africana a muitas gerações. Segundo ele, a partir deste momento, o aprendizado se dava a cada dia, até que aprendeu tudo. Além das técnicas, muito mais lhe foi ensinado por Benedito, o africano seu professor. “Ele costumava dizer: não provoque, menino, vai botando devagarinho ele sabedor do que você sabe (…). Na última vez que o menino me atacou fiz ele sabedor com um só golpe do que eu era capaz. E acabou-se meu rival, o menino ficou até meu amigo de admiração e respeito.”

Foi na atividade do ensino da Capoeira que Pastinha se distinguiu. Ao longo dos anos, a competência maior foi demonstrada no seu talento como pensador sobre o jogo da Capoeira e na capacidade de comunicar-se. Os conceitos do mestre Pastinha formaram seguidores em todo Brasil. A originalidade do método de ensino, a prática do jogo enquanto expressão artística formaram uma escola que privilegia o trabalho físico e mental para que o talento se expanda em criatividade. Foi o criador da Capoeira Angola e grande incentivador da Capoeira Tradicional como os escravos jogavam.

Fundou a primeira escola de Capoeira Angola, o “Centro Esportivo de Capoeira Angola” no Brasil, no Pelourinho, na Bahia. Hoje, o local que era a sede de sua academia é um restaurante do Senai.

Entre seus alunos estão Mestre Curió, ainda em atividade, Mestre João Grande e Mestre João Pequeno, entre muitos outros.

Vicente Ferreira Pastinha morreu no ano de 1981. Durante décadas dedicou-se ao ensino da Capoeira. Mesmo completamente cego, não deixava seus discípulos. E continua vivo nos capoeiras, nas rodas, nas cantigas, no jogo. “Tudo o que eu penso da Capoeira, um dia escrevi naquele quadro que está na porta da Academia. Em cima, só estas três palavras: Angola, capoeira, mãe. E embaixo, o pensamento:

“Mandinga de escravo em ânsia de liberdade, seu princípio não tem método e seu fim é inconcebível ao mais sábio capoeirista.”

Texto retirado do site, http://joaopequeno.portalcapoeira.com/mestre-pastinha/

sábado, 3 de abril de 2010

3º Workshop, CECA-PT


Depois do nosso festival que foi em grande, no mesmo ano, tivemos novamente o Mestre Pé de Chumbo connosco para mais um workshop, o 3ºWorkshop de Capoeira Angola.
Foi um ano em cheio e preenchido de coisas boas, com muita boa capoeira.
Obrigado Mestre e esperamos a sua volta aqui a Portugal. Axé

1ºFestival de Capoeira Angola


Este foi o nosso 1º grande evento de Capoeira Angola que contou com a presença de grandes mestres, inclusive o Sr.Dr.Mestre João Pequeno de Pastinha.
Foi sem dúvida um evento magnífico tanto pela presença do Mestre e outros tantos que muita sabedoria nos passaram e o convívio claro que tivémos com outros capoeiristas vindos dos quatro cantos do mundo!
A todos os presentes aqui vai um grande abraço! Axé

1º Workshop, CECA-PT


1º Workshop realizado no ano de 2005 em Albergaria-a-velha, Aveiro-PT, com a presença do Mestre Pé de Chumbo e alunos de Portugal e Espanha.

Visto a 1ª experiência ter sido positiva decidiu-se continuar lado a lado com o CECA.

Foi um evento muito enriquecedor, todos nós gostámos e suámos a camisola.
Passo a passo fomos estando mais perto da verdadeira Capoeira Angola e agora prontos a receber tudo o que Ela tem para ofereçer.

Axé CECA